quarta-feira, 30 de junho de 2010

Passeios pelo hospital

Dr Marcos autorizou e solicitou à equipe de fisioterapia que o Tomás passeie pelos corredores do hospital para ter mais contato com movimento, pessoas, vida, cores.... por enquanto em uma cadeira de rodas.

Uma visão mais objetiva

Tomás,

A Thaís tem ficado com você no rodizio, um periodo por semana. Como todos nós também acompanha e sente sua evolução, faz comentarios. Existe uma diferença entre ela e nós outros que é o fato de ela ter formação em fisioterapia, ou seja, o que ela vê vai além da mistura que nós sentimos (ver+querer)....ela consegue separar o que viu de fato do que queria ver....não sei se ficou claro.... faço estes comentarios para transcrever um email que ela mandou para o Henrique e Maria Claudia, deixando aqui como um registro...veja abaixo...

Henrique, Maria Claudia,´

Depois que nos falamos ao telefone, fiquei com a impressão de que devo algumas explicações "técnicas" para vcs. Talvez assim vcs entendam meu otimismo com a reabilitação do Tomás.

Tanto eu quanto a fisio que realizou a terapia de terça ficamos muito felizes porque ele colaborou com a sessão. O sistema nervoso se organiza/reorganiza a partir dos estímulos que recebe. Ao relaxar a mão todas as vezes que lhe foi solicitado, Tomás mostrou que está entendendo e foi capaz de gerar uma resposta adequada. MAS, nas entrelinhas, ele contou algo fundamental para nós: ele teve a sensação que vinha do músculo e foi capaz de DISTINGUIR quando estava tenso ou relaxado. A partir daqui, começamos a falar não apenas de sensação mas de processamento cognitivo!!!!! Para atender ao estímulo, uma série de processos cognitivos ocorreram: atenção, interpretação da sensação muscular, seleção (qual a resposta a dar) me mória (como se faz isso) etc. Assim, se ele for capaz de processar estímulos, como demonstrou na terça, ele insinua fortemente ter ferramentas para lidar com o problema. E se não bastasse ele nos contar que sente e percebe ele ainda foi capaz de exercer algum controle voluntário sobre a musculatura a ponto de gerar uma resposta motora.

Entendem porque fico tão feliz quando o vejo? Imagino que para vocês tudo seja muito lento, muito discreto. Mas o tempo da reabilitação é outro e neste tempo, tudo o que Tomas esboça é pleno de significados. Confiem nele e não deixem que o medo de estarem vendo coisas que não existem, o medo de se iludir/criar falsas expectativas limite a comunicação com ele. A turma da reabilitação tem o treino para interpretar a linguagem corporal. Mas vocês tem o principal: o amor e a intuição.

Deixem isso rolar solto.

Um grande abraço,Thais ( com todas as energias positivas do Angel e do Bernardo)

terça-feira, 29 de junho de 2010

Quarto VIP - 387

Por ser criado em família de arquitetos e sendo filho do Henrique....
precisava de um quarto com mais sol e vista. Esta mudando para o 387.
Obrigado aos envolvidos na mudança.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

7 e 7 são 14 com mais 7...21

Hoje, segunda-feira, completou seis semanas do acidente. Pensando em dias...42 é bastante tempo, mas pensando em "tempos"... é pouco, foram seis tempos....semanas.

Evoluções ? Muitas e constantes.... mas sempre em uma velocidade, e principalmente, uma ordem bem diferente do que em qualquer momento pensei ou imaginava.

Cada dia que vejo o Tomás algo me surpreende... pode ser um sono profundo, ou movimentos interminaveis... se por um lado os musculos da perna sofreram com todos estes dias parados, os dos braços estão tremendamentes fortes. Nos últimos dias tanto o braço como a perna esquerda não param de se mexer... não parecem movimentos voluntarios, mas também dá para perceber que não são movimentos medulares... são as conexões sendo refeitas, testadas, avaliadas e treinadas.

O movimentos dos olhos estão cada vez mais treinados....se antes parecia em muitos momentos um olhar distante, agora vejo os dois olhos já mais focados.

Sempre achei que a comunicação viria antes dos movimentos... como fazemos quando acordamos... mas não, cada vez mais movimentos e a comunicação fica para depois. Não sei qual a ordem das evoluções.... mas sei que as evoluções ocorrem.

O Dr Marcos vem nos preparando já faz tempo para um periodo de monotonia, onde nada ira acontecer, e ficaremos tremendamente frustrados....como acostumamos rápido....os pequenos acontecimentos já servem para alimentar nossa satisfação e crença na recuperação.

O quarto do hospital, conforme sugestão dos terapeutas, já está cada vez mais com a cara do Tomás, tem poster dos Simpson do quarto dele, tem raquete de tenis, tem trompete, tem jogo de War, tem pandeiro, tem violão.... ou seja, tem muita coisa para ele "se sentir em casa".....falta ainda a mudança de face solar... isso vamos trabalhar... tem que mudar de quarto, precisamos de uma janela com muito sol, de preferência o sol da manhã... Dr Marcos gostou da idéia, vai verificar...tomara que mude logo...

As visitas, de amigos, devem ser retomadas....o Tho e o Juliano estão nos ajudando nisso, pois tem que ser algo bem acompanhado e avaliado.... pode ser algo que excite muito o Tomás....e isso em certos momentos não é bom...falem com eles.

E assim vamos caminhando....degrau por degrau... aprendendo cada dia uma coisa nova, um processo novo.... uma recuperação possível.

Como é dificil "aprender a falar e andar"....

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Acorda (mais) meu principe !!


Beijinho, beijinho....tchau, tchau...

Tomás, ontem na hora que a Bia R. foi se despedir de você....ficou na sua frente, aos pés da cama, falando tchau muitas vezes....e mandando beijos e beijos....derrepente ela notou que você fez um pequeno movimento com a boca em forma de beijo.... pode ser alguma coisa, pode ser um reflexo, pode não ser nada... mas vamos registrando por aqui...

Estamos estudando um esquema de visitas.... aguardem...

Bom jogo (Brasil e Portugal) a todos....palpite da Laura - 2 x 2 !

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Mais alguns degraus, mais algumas cartas....



Tomás, o blog mudou de nome... agora além de Blog do Tomás é também ...para o Tomás, ou seja, escrevo ele com a intenção de guardar e lembrar momentos que estamos vivendo e que você não está, ainda, compartilhando conosco...mas está quase lá.

Hoje fiquei com você, muito menos do que gostaria, mas fiquei muito feliz em ver que realmente, como o Dr Marcos nos avisou (não poderia ser diferente), as coisas são lentas e vão acontecendo aos poucos.

Você já movimenta os dois braços, com o esquerdo já tem movimentos intuitivos...(levar a mão em direção à boca quando vai tossir)...nas pernas já vemos também movimentos leves, mas suaves...já acompanha as pessoas com mais atenção... e pensar que ficamos "super felizes" quando você movimentou um pouco uma das mãos.... realmente nossa exigência e vontade corre sempre a sua frente.

Queremos agora o seu sorriso.... estamos com muita saudades dele, você fica muito sério....chego a ter medo, pois fazemos as maiores gracinhas e você nem se move....no máximo uma levantada de sobrancelha ou um longo piscar de olhos... vou aguardar um sorriso.

O trabalho com a fisioterapia está cada vez mais ativo, lhe colocando em contato com tudo que você gosta e teve boas experiencias...fotos, objetos, o que tiver.

O Dr Marcos comentou que você ainda fica muito agitado com estimulos externos, como palmas, barulhos, agitação.... mas por outro lado comentou que seria importante você ter visita de pessoas queridas (redundante)... todas pessoas são queridas de você. O problema é que estas visitas devem ser poucas e curtas...sem muita agitação...não consigo imaginar uma maneira de propor isso a todos que querem visita-lo.... vou aguardar sugestões... e consultar a familia. (como se eu pudesse decidir algo....rsss)

Hoje levamos o terceiro caderno..."M"... onde será anotado dados da sua vida, para que as fisioterapeutas saibam como conversar com você de maneira mais conhecida.

Quando você estava na semi-UTI a Camila, uma super fisioterapeuta, ficou sabendo que eu lhe chamava de Zézinho, que a familia de Tum, que a Laura de Tomate....e que os amigos, e principalmente as amigas...lhe chamavam simplismente de R...e comentou...." - A partir de hoje só vou me dirigira ao Tomás por R...".

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Simplicidade X Complexidade

Ontem a Laura (minha filha) foi ao hospital. Estava um pouco receoso de deixa-la ver o o Tomás, até então ela só tinha visto ele dormindo e com a "traqueo" coberta pelo lençol - no dia que ele foi para o quarto 362.

Já tínhamos comentado com ela que ele estava de olhos abertos mas ainda não respondia aos nossos chamados, somente acompanhava (as vezes) com os olhos. Comentamos também que ele estava fazendo exercícios para reaprender a comer e estava indo bem.

Ela entrou no quarto, foi até o lado da cama, o Tomás olhou para ela (nos seus cento e poucos centímetros de altura) - e ela falou, gesticulando um tchau com a mão - "olá Tomate...sou eu a Laurinha !" - ele ficou olhando e se mexeu um pouco. Ela não quis ficar mais e saiu do quarto.

Voltando para casa indagamos - "e aí Laura o que vc achou do Tomate ?" - "achei ele bem...achei que o buraco na garganta dava para ver la dentro...como ele já está aprendendo a comer...agiora SÓ FALTA APRENDER A FALAR E ANDAR." - e completou - "difícil vai ser comer churrasco... pois fica só treinando com papinha e coisas moles... mas ele começa com cupim, que é molinho...".

É isso aí - com toda a complexidade envolvida - de fato "só falta" isso para nosso querido Tomate".

Obrigado pela aula Laura !!

....e por falar em aula...vejam o video da professora da Laura (Ines) dançando no Sesc Pompeia (ela está de bege com lenço azul na cabeça)...





A dança "Gumboot" teve origem nas Minas de ouro de África do Sul, durante o período de opressão pelo Apartheid -- época em que os trabalhadores negros trabalhavam em total escuridão, por longos períodos, em condições sub-humanas.Estavam proibidos de falar entre eles e de reivindicar qualquer tipo de melhoria das condições. Permaneciam dias com água pelos joelhos e por causa disso apanhavam todo o tipo de mazelas. O resultado era, obviamente, uma redução de produtividade.Conscientes deste problema, os patrões procuraram minimizar os impactos negativos na extração do ouro e resolveram providenciar botas de borracha aos trabalhadores das minas.A partir daí, os mineiros passaram a tirar partido das botas como forma de comunicação: batiam com os pés na água e chocalhavam as correntes que tinham agarradas à cintura...Mesmo nestas condições, nos períodos de descanso ainda guardavam energia para cantar, dançar e, claro, beber. Foi nesse ambiente festivo, para matar as saudades de casa e da família, onde nasceu a "Gumboot dancing".

sábado, 19 de junho de 2010

Coisas novas acontecendo....sempre

Cada dia que passa gostaría de ter mais UMA novidade para a todos.

Na verdade todo dia MUITAS coisas acontecem mas não vemos pois isto está acontecendo(fisicamente) dentro da cabeça do Tomás.... isto está acontecendo nas celulas, nos neuronios, nas fibras, tecidos, ligações...já me falaram números como "2 dias para refazer 1 cm de ligação" (está certo este número doutores...?)

Externamente vemos mudanças... ele olhando mais fixamente, acompanhando movimentos, movimentando a mão, movimentando o braço, mexendo o pescoço... são coisas mínimas, mas são resultado das evoluções internas.

Cada vez mais a religação do Tomás com o nosso mundo fica mais reestabelecida... mas ainda muito aquém do que queremos, esperamos e precisamos.

Hoje foi a festa junina do Santa - Tho, Juliano, Marcia, Anita, Dudu, Aninha, Di, Carol, Laura, eu.... e tantas outras pessoas sentimos falta e falamos do Tomás. Até o Dr.Marcos eu soube que foi a festa...

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Stand by Me - enviado pelo Fabio Correa

Hoje 17/06 - um mês - somente 4,28 tempos.... tanta evolução !!

Gostaria de compartilhar com vocês o vídeo abaixo, leiam a história antes...



É sobre um americano que passeava em Santa Monica, California, viu um músico de rua tocando “Stand by Me”. Achou bonito, gravou, e rodou o mundo pedindo para outros músicos (na sua maioria desconhecidos) darem sua contribuição, gravando outros instrumentos em cima da gravação original.

O resultado está documentado no video acima. Observem que os músicos não se conheciam, não falavam o mesmo idioma, viviam em culturas e sociedades muito diferentes e estavam a muitos quilômetros de distancia uns dos outros. Também não se sabia como o projeto acabava, só como começava. Entretanto, o envolvimento deles em torno de um objetivo comum e a paixão pelo que fazem, fizeram com que as diferenças de idioma se tornassem sotaques, as culturas e sociedades se complementassem e as distâncias se encurtassem. Ou seja, transcenderam o que seriam dificuldades e obstáculos, transformado-os numa música mágica e única.

Tenho certeza que esta foi uma experiência transformadora para aqueles músicos, e de alguma forma devem entender que fizeram algo no mínimo bonito pelo mundo.

Mas afinal, o que isto tem a ver com o Tomas?

Acho que a união pelo bem do Tomás, a superação das dificuldades e a paixão pela vida têm o mesmo poder de transcendência e a mesma capacidade transformadora para o Tomás, e também para nós.

Tenho certeza que todos nós sairemos muito melhores do que começamos.

Como disse Fernando Pessoa, “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.”

A alma é grande.

Beijos e abraços,

Fábio Corrêa

========================================

Fabio,

Obrigado pela "colaboração"

Maria Eugenia....toda orgulhosa !! (com toda razão !)

abs

Marcos

=========================================

Demonstrando até para os mais exigentes...

Hoje foi ao hospital o Fernando, tio do Tomás. Por ter formação na área de biologia entende mais do assunto...e por consequencia (acredito)... é mais cético... após ficar com o Tomás mandou o seguinte email.... para o Henrique:

"Henrique, Hoje quando estava à tarde com o Tomas observei algo que me deixoumuito animado. O enfermeiro estava limpando o nariz dele injetando umpouco de água em cada narina com uma seringa. Cada vez que elecolocava a água o Tomaz fazia careta, o que já indica que ele nãoestava gostando da sensação. Mas o que me impressionou é que naterceira vez que o enfermeiro ia colocar a água, o Tomaz fez a careta ANTES de ele colocar a agua, bastou o enfermeiro aproximar o pano e aseringa e ele fez uma careta, claramente antecipando o desagrado com oque ia acontecer em seguida. E isso se repetiu nas vezes seguintes queele ia colocar a água. Na minha cabeça a capacidade de antecipar um fato (no caso a sensação ruim de ter água no nariz) é um sinal clarode consciência. Era isso, só queria te contar. Abs fernando"

Para mim este é MAIS UM sinal que temos recebido e percebido da recuperação (sabemos que lenta) do Tomás.

Quis postar este fato aqui... pois conhecendo o Fernando, imagino o quanto esse momento "mexeu" com ele... pois para quem conhece deve ser mais aflitivo... acho que é por este motivo que eu nunca pesquisei muito sobre o assunto, vi estatisticas.... prefiro me manter somente como torcedor... desta meneira me alegro com coisas menores, exijo menos do Tomás e vou aprendendo a "contar os dias" nesta nova medida de tempo...

terça-feira, 15 de junho de 2010

água e muito frio.... pensamentos filosóficos de Mariana

Enquanto uns dormem... outros dormem... mas o que os olhos não vêem o coração não sente.

Precisamos do Tomais Ligado !!

A peteca não consegue cair....

É só aparecer um pouco de desânimo, um pouco de monotonia que já vem novidade....

Dessa vez foi o ânimo do Dr Marcos com o resultado de um eletro que o Tomás fez ontem... (os termos técnicos e explicações tecnicas são inexplicáveis por nós leigos)... mas um médico (ta certo que não é qq médico - é o Dr Marcos !!) ligar às 23:00hs para dizer que está feliz e surpreendido com o resultado já é mais do que suficiente.

Que bom... vamos seguindo nossa escadona degrauzinho por degrauzinho.... mas sempre subindo !!

PS - tudo indica que teremos a presença de um excelente neurocirurgiao em uma barraca da festa junina do Santa Cruz.... vale conferir....

COMO REGISTRO - após grande mobilização nacional, quase feriado, trânsito, conseguimos passar pela Coreia do Norte (2 x 1)... somos realmente uma potência !! Que batalha !! Agora sim !

segunda-feira, 14 de junho de 2010

4 tempos 4 semanas 28 dias Uma eternidade....

Hoje quando entrei no quarto levei um grande susto... o Tomás estava
sentado na cadeira, me encarando com os dois olhos super abertos. Se
não fosse informado acharia que ele estava pronto pra falar - "bom dia
Marcos...." - tudo bem, ainda não foi hoje....eu aguardo.

Completamos 4 tempos, pela óptica médica tudo evolui muito acima do
esperado...pela óptica do tio tudo evolui, mas quero muito mais... Sei
que vou ter mais, mas tenho que ter paciência.....e como é difícil
ter paciência...

Se pensamos em 4 semanas vemos que ele evoluiu muito e que "está muito
bem".... mas não é fácil concordar que "está muito bem" alguém que
respira por uma "traqueo" e se alimenta por uma "endo...gastro"... não
se comunica, não se movimenta muito... MAS VAMOS EM FRENTE... ele
está de fato evoluindo muito bem... o difícil é se adaptar ao novos
parâmetros e referencias.

É isso aí Zézinho.... mais uma semana que se completa e o caminho
continua sendo percorrido.

ÂNIMO TIO MARCOS !!

PS - a primeira "operação banho de chuveiro" demorou duas horas....
santos enfermeiros !!

domingo, 13 de junho de 2010

Organizando o quarto




A Laura fez a capa do "segundo" caderno....agora o "O". Já tinha feito o "T"...fica pendente o "M" "A" e o "S"....quando for preciso. Este caderno é para Observações, Rascunho, Recado....coisas da rotina no quarto do Tomás.

Chuveiro

A partir de hoje... banho no chuveiro. Ordens médicas !

Será que os enfermeiros entram no banho junto ? Neste caso acho mais
agradável, enfermeiras... somente pensando no conforto do meu
sobrinho... sem interpretações, por favor.

Deve ser uma molhadeira só !!

Visitas.... uma explicação... uma tentativa...

Porque o Tomás não pode receber muitas visitas ?

Essa pergunta deve incomodar muitas pessoas...pois incomoda a mim também.

A visão dos médicos, que concordamos, é que o Tomás já tem grande percepção do que está acontecendo a sua volta... mas ainda não reage, reclama, demonstra satisfação ou insatisfação.... neste caso, como estamos lidando com a recuperação de "uma cabeça pensante" é mais prudente manter um ambiente calmo e sereno... pois pecar pela falta de agito é melhor do que submeter o Tomás a um ambiente que ele não consiga dominar, ou se retirar, ou reclamar....da para entender ?

É algo como aquela frase - "na dúvida, não ultrapasse".... lembram ? Até o Dr Marcos, que adora música, aconselhou hoje a alternar momentos com e momentos sem música - afinal o Tomás pode estar a fim de um pouco silêncio.... quem sabe ? Temos que ir tentando....

E será que ele não está a fim de um agito de visitas, quem pode afirmar ?

O Dr Marcos pode... pois nesse momento em que o cérebro está reestabelecendo suas conexões não é bom ter excesso de estímulos.

Imagino que seja como trabalhar com instalações eletricas sem poder desligar o disjuntor daquele circuito...

Estamos MUITO a fim de que o Tomás receba muitas visitas...mas temos que pensar primeiro nele. É chato....mas é bom.

PS - pelo tamanho da explicação da para perceber a complexidade e delicadeza do tema.

Música

Na casa do Tomás sempre tem música, em qualquer momento que la chegamos, tem uma música rolando.

Uma música em especial marca todos da família ao passarem pelos mais variados problemas....

Com a ajuda do Bruno e da Miriam consegui colocar esta música aqui.

Vale a pena !!

Tradução - Bia Reinach

Está tudo bem Tente não se aborrecer, tente não voltar aos problemas que o afligem, oh. Não sabes que está tudo bem? Sim, tudo muito bem. E nós queremos que você durma bem esta noite Deixe o mundo girar sem você esta noite Se tentarmos conseguiremos, esqueça tudo sobre nós
Vai tudo bem, sim, vai tudo bem sim. Durma que eu confortarei, acalmarei e ungirei você. Mirra para sua testa em febre, oh. E então você sentirá que Tudo está bem, sim , tudo está bem. É refrescante e o unguento é cheiroso. Para o fogo em sua cabeça e pés Feche seus olhos, feche seus olhos E relaxe, não pense em nada esta noite.

Vai tudo bem, sim, vai tudo bem sim

"Caminhão" de mudança


Tá certo que a cama tem rodas, que tem até um espaço na parte de baixo para levar algum objeto... mas carrega-la com todos os pertences médicos do Tomás, fica até engraçado. Até em cima da cama, nos pés do Tomás foram algumas coisinhas.... ainda bem que sobrou espaço para ele.

sábado, 12 de junho de 2010

Sentado

Hoje o Tomás ficou sentado 1:30 hs. Eu não vi mas o Henrique e Maria Claudia acompanharam.

O mais legal é como é feito a mudança da cama para a cadeira...um super "guincho" com motor, correias e todo conforto. Equipamento com tecnologia totalmente nacional desenvolvido e inicialmente fabricado, pelo marido de uma enfermeira.... preocupado com o constante problema de coluna dos enfermeiros e fisioterapeutas carregando os pacientes "mais obesos"...

Vou tentar uma foto.... do guincho.

Quartão - Grandão - 362 !!

Para não perder o hábito o agito teve que ser em pleno "sabadão" a noite.... tipo balada...

Acabamos de mudar para o 362 !!

Um quarto enorme que poderá receber com conforto umas 10 pessoas....na devida hora.... estamos fazendo uma nova consulta aos médicos...

Mais uma vez parabéns a equipe e SUPER OBRIGADO a toda "turma" do 7o. andar.

PS - a caixa de bem-casados, como agradecimento mínimo, desta vez em papel verde e amarelo foi entregue no balcão da enfermagem....aproveitem !!

sexta-feira, 11 de junho de 2010

somente sentimento – NÃO É NOTICIA

Visitar o Tomás e passar para as pessoas noticia de como ele está é uma coisa muito gostosa, pois nesse momento sinto que estou agregando mais pensamentos positivos na melhora dele... e olha que eu não sou nada ligado neste lado esotérico de forças, correntes, etc....mas como já mencionei, nestas horas... tudo é bem vindo.

Cada vez que vou visitá-lo é uma incógnita como ele estará – dormindo, acordado ou meio-a-meio – e isso faz muita diferença - mas quando sento de frente a ele e fico observando, mesmo que de longe, percebo nos pequenos movimentos e até na respiração alguns “gestos” e “atitudes” que me deixa tranqüilo... tenho sentido nos últimos três dias 9,10 e 11 de junho – (ISSO É APENAS UM SENTIMENTO MEU !! NÃO É UM FATO ! – é algo que quero deixar registrado aqui para quando ele ler tudo isso) ...que ele está voltando para o nosso mundo, ele está cada vez mais ligado... são coisas mínimas, mas que no meu “sentimento” ou “feeling” (ou até no meu “querer”) tem ficado marcado.

Em uma despedida que ele movimenta os olhos, um carinho que ele franze a testa, uma informação que ele “obedece” – (“Tomás, agora descanse, feche os olhos para estar desperto quando seu pai chegar” - e ver ele fechando os olhos e dormindo) tudo pode ser reflexos involuntários, coincidências....mas quero deixar registrado.

Com a Di e com a Bia já comentei que acredito que ele está “quase aqui”....mas é lógico, que isso é somente sensação ou até um grande querer meu. Sabemos que o fato de ele sair da semi-UTI quer dizer “apenas que suas funções vitais estão mais estáveis”.... mas temos que sempre pensar positivo, ninguém está achando que agora é “só correr para o abraço”...
Com todo meu ceticismo e objetividade – sinto algo.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

ALTA DA SEMI !!

Dr Marcos deu alta para o Tomás ir para um quarto normal, no 3o andar (assim que tiver vaga, obvio).

YEEESSSS !!

Quanto às visitas, estímulos, presença de pessoas no quarto... ele fez um grande elogio à maneira como todos estamos administrando esse assunto - "vocês têm extremo bom senso".

Vamos aguardar a mudança de quarto para liberar a retirada de senhas para visitas...idosos e gestantes terão seus direitos respeitados.

Isso que é um bom (excelente) médico... além de dar boas notícias aos familiares ainda da boas notícias dos familiares... Obrigado Dr !

PS - mais uma vez, é triste perder o contato com a super equipe do 7o
(assunto para outra hora).

Bom Dia !!! sorvete....

Realmente o sorvete fez sucesso. La fora o maior frio e um sorvetinho rolando aqui no quarto. Avisei a fono que o Tomás adora doce, pelo menos adoça a vida um pouco (poético, não ?).

Daqui a pouco fisioterapia e depois banho. Hoje receberemos a sua grade de horário - não de aulas na Poli - mas de atividades aqui no hospital.

Sua agenda está tão cheia que se não organizar gera tumulto. Assim que receber posto uma copia aqui.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Vaticano

...me contaram (de fonte totalmente segura, lógico) que até missa no Vaticano já tivemos para o Tomás... não tem quem segure esse menino... e amigos... e forças... e apoios... e correntes.

Tudo é MUITO bem vindo. Obrigado !!

Cada dia que passa...

Tomáis ligado !!!

Perfume...

A médica neuro-psico (se não me falha o nome) pediu-me um perfume que o Tomás goste. Sugestões.....???

Noticia fresca...

Após almoçar com sua avó... não resisti, vim lhe ver. Estava saudoso.

A fono ficou muito feliz com seu desempenho "deglutinador"... parece que amanha terá sorvete !

Vou ficar por aqui pois as 17:00 terá - "prancha"... quero acompanhar.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Tomás 60 graus....três tempos

A coisa não é facil não, há três semanas estavamos preocupados com a pressão intra-craniana, o nível de oxigenio no cérebro, duas "antenas" com fibra ótica controlavam estes parâmetros o Tomás estava deitado em um colchão que diminuia a temperatura dele.... tinha o pulmão perfurado por uma costela... tudo era um mundo novo, parâmetros novos, perspectivas incertas...e o tempo passa...

Hoje, três semanas após o acidente, entram no quarto os fisioterapeutas com uma prancha hidráulica, colocam o Tomás na prancha, devidamente imobilizado e começam a inclinar....20, 30, 40, 50, 60 graus....quase 90... tudo isso para o corpo lembrar que "a vida acontece mais na vertical que na horizontal" para "as pernas sentirem que tem que suportar o peso" enfim...para tudo ir aos poucos entrando no lugar...mesmo ele ainda estando inconsciente... hoje durou 40 minutos...vai aumentando...

É isso ai...foram 21 dias mas somente 3 tempos (nosso tempo agora é semana - lembrem-se !).
No primeiro tempo ficamos felizes pq o cerebro parou de inchar, no segundo tempo ficamos felizes porque o Tomás ia sair da UTI e agora no terceiro tempo estamos felizes porque ele já acompanha algumas coisas com os olhos e até vira um pouco a cabeça.... por hora somente para o Papai... (não é Tomázzziii ?!).

Vamos em frente porque "O Tempo Não Para"....Cazuza (video ao lado)

PS - estes "felizes" do terceiro parágrafo poderiam ser entre aspas.... pois a tristeza ainda é grande, mas pelos momentos vividos, podemos deixa-los sem aspas.

domingo, 6 de junho de 2010

Slogan da Ana para o Tomás


TOMAIS LIGADO!!!!!

Eu quero uma casa no campo...

Quando somos uma família temos nossa casa, nosso quarto, nosso canto... Quando nossa família passa por uma tempestade é fundamental a ajuda dos amigos, parentes e profissionais.

Viver COMO família durante a tempestade é muito dificil pois deixamos de lado a casa, quarto, canto... de repente o quarto do hospital se transforma em nossa casa... e é nesse novo espaço que vamos viver o dia-a-dia e buscar o máximo de intimidade familiar.

A única campainha que tem no quarto é para chamar alguém, não para anunciar a chegada.

Como é difícil administrar esse dia-a-dia !

Henrique, Maria Claudia, Pituca, Mari, Carol...e em breve Tomás.... sintam-se TOTALMENTE a vontade de pedir "intimidade".... pois cabe a nós que formamos a "grande família" saber onde está a campainha desta "casa provisória".

Domingo

Que palavras escolher para expressar a alegria que senti ao ver o Tomás hoje. Vejo-o diariamente, mas ontem não estive com ele. A mudança de anteontem para hoje é nítida. Seu olhar já não é tão vago, ele busca o som das vozes, está mais presente. Foi muito emocionante. Lembrei da imagem da escada que o Marcos usou e pensei que agora os degraus são menores, mas evidentes para quem acompanha seu dia a dia.

Vim para casa correndo para poder compartilhar com todo mundo que está na torcida esta alegria. O caminho é longo...mas estamos caminhando.

Um bom domingo para todos, céu azul, dia lindo!!!!

Quem te viu e quem te ve....

Sexta-feira, um grande amigo seu, companheiro de muita balada e tudo mais (que vou preservar a identidade) foi te visitar....e quando viu alguém mudando você de posição na cama, totalmente relaxado e entregue... comentou... "já carreguei muito o Tomás "neste estado".... sei como é". Por essa eu não esperava.... afinal demora para o "tio" perceber que o menino cresceu...

As baladas, e tudo mais lhe esperam... e com certeza mais pessoas "a fim de lhe carregar".

sábado, 5 de junho de 2010

Grandes Profissionais

Enquanto acompanhamos a recuperação do Tomás vamos conhecendo os profissionais que trabalham com ele. E são incríveis...eficientes, afetivos, cuidadosos e muito atenciosos conosco.

Uns, além de fisioterapeutas, tocam violoncelo, falam alemão....têm um pique extraordinário!!!!

Outros entram de mansinho e fazem seu trabalho discretamente.

Outros ainda, nos orientam e ensinam a ajudá-los.

Estamos com uma equipe maravilhosa !!!

E vamos em frente....

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Painel de fotos e bilhetes em frente a cama



Hoje fiz meu plantão das 8:30 as 12:30....estava sem Cuidadora...então fiquei colocando fotos no Blog e tive a ideia de registrar o que o Tomás irá ver na sua frente quando acordar... tirei uma foto pelo celular e guardei....




No final do meu plantão a Di veio me pegar...e quando percebi ela estava arrancando tudo do painel e refazendo, de maneira mais organizada, com mais estética...




O painel já tinha sido alinhado e organizado pelo Henrique - com sua visão de arquiteto - que não permite nada desalinhado, torto...enfim que incomode a vista... quando o Tomás chegou no quarto. Talvez ele até mude de novo....
Assim vamos passando o tempo ao lado do querido Tomás, sempre pensando no seu bem estar.... inclusive estético.... que sempre fez parte da sua cultura.
PS - tiramos a TV da tomada, escondemos os fios e também o controle remoto.... não faz bem para ele a luz e som da TV.... todo cuidado é bem vindo.

Olhos abertos 2

A primeira vez que me falaram que o Tomás estava de "olhos abertos" imaginei vê-lo de olhos arregalados, olhando tudo.... Decepção, só vi um olhar "meia-fase"....mas fiquei feliz.

Hoje já vi ele com o olho bem aberto, e percebo que ele já "está vendo".... mas sei que ainda vou achar o de hoje "pouco".

Assim é que percebo que o tempo de espera é longo....mas recompensado por pequenos passos" (por enquanto entre aspas).

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Uma explicação....será que correta ?


Hoje ouvimos (eu e a Mari) do fisioterapeuta que o que aconteceu com o Tomás (a tal da lesão ...difusa) pode ser descrito...de maneira simples... assim:
"....o nosso cérebro está cheio de neuronios...todos estavam organizados como se fosse um enorme castelo de cartas (cada carta um neuronio), muitas e muitas cartas.....com o acidente todas as cartas foram parar na mesa e agora o Tomás tem que remontar todo o castelo respeitando a ordem, local e posição de cada carta....um trabalho longo, delicado, preciso e lento....muito lento....mas que tem tudo para ser realizado".
Se é exatamente isto ou não.... não tenho certeza, mas achei bem interessante.

O primeiro dia inteiro de semi

Hoje foi o primeiro dia que o Tomás passou inteiro fora da UTI. Um ambiente bem mais humano, com janela para ver se é dia ou noite, com pessoas conhecidas a sua volta, com sons mais familiares...enfim, um dia bem mais humano do que em um BOX de UTI. Acredito que estas diferenças ajudam no desenvolvimento dele.

Todos procedimentos são feitos no quarto - momento em que quem estiver dentro - deve por respeito a privacidade do Tomás sair para o corredor.

A música continua presente, o que transmite uma tranquilidade e paz.

Interessante é observar que todos os profissionais do hospital têm uma preocupação em esclarecer o que será feito, tanto para o acompanhante como para o próprio Tomás. Algumas coisas o Tomás não gosta - pois faz cara feia e reage com movimentos.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Equipe da UTI 100% - casamento perfeito

Foram 15 dias de UTI...são 4 equipes - de médicos, enferemeiros, etendentes, plantonistas, voluntarias...nem sei direito os cargos, só sei que em TODOS os momentos sentimos um pensamento positivo, uma força, uma disponibilidade... a pessoa podia nem estar 100% por dentro de todos detalhes (coisas que talvez só o médico soubesse) mas sempre com um pensamento otimista - "Fique tranquilo, ele vai sair desta, ele é jovem, saudavél" sempre uma palavra de carinho e conforto. Realmente percebe-se que é uma equipe treinada e que está fazendo e trabalhando no que gosta e em excelentes condições.

Nós saimos, o Tomás saiu, felizmente não precisamos mais da UTI, mas eles continuarão lá com o mesmo pique TODOS os dias...todas as horas, estaremos na nossa vida, no nosso dia-a-dia e eles estarão lá, sempre, sempre....todos os dias, todos horarios....ainda bem que temos pessoas com essa dedicação.

Como agradecer ? Presente ? Cartão ? Bem dificil.....

O Henrique pediu, mamãe encomendou, imprimi uma foto do Tomás (usamos de cartão) e entregamos para TODA equipe - 100 bem-casados (detalhe - com lacinhos verde e amarelo - a copa vem ai !!).

Fica aqui registrado esse agradecimento !!

OBRIGADO EQUIPE DA UTI - BOX 10 !!

773 ?!

Todo mundo feliz, tudo ótimo, etc, etc....mas esqueci.... parte da "graça"....

773 é o numero do quarto na SEMI-UTI que o o Tomás está.

Não é um 707 mas já é o 773



DECOLANDO !!

Hoje é um grande dia !

O Tomas saiu da UTI e está na semi-UTI. A viagem é longa mas vamos todos juntos, família, amigos, médicos....todos que já vem acompanhando.

Ao pessoal da UTI box 10...um SUPER OBRIGADO pela dedicação, força, pensamentos, aulas, explicações, carinho...