quarta-feira, 14 de julho de 2010

Tudo caminhando a 700 km de distancia

Desde sábado não vemos o Tomás - eu Di e Laura estamos na fazenda -
mesmo a 700 km de distancia acompanhamos o dia a dia e estamos muito
curiosos em reencontra-lo, pois já sabemos de algumas novidades....
tudo está caminhando...inclusive o próprio Tomás que com sua super
equipe de fisioterapia, calçou seus tênis e "caminhou" da cama até a
pia... como já foi dito...um pequeno passo para um homem e um grande
passo para a humanidade (toda torcida).

Isso é muito louco, pois ele ainda não faz muitas coisas mas já
querem que ele ande !!?? Mas é igual treinamento...sempre tem que se
ir ao limite para conseguir avanços.

Tomás agora fica de cueca samba canção (adaptadas pela Di) para
ficar mais elegante....e está testando os protóticos de protetores de
cama que também a Di fez...que mulher prendada !!

....e para o Henrique (pensando em arejar a cabeça dele) ainda
deixamos o pepino de acompanhar a reforma de nosso apto....

5 comentários:

  1. agora a piadinha funciona mesmo:
    - como vai o Tomás?
    - caminhando...!!!!!!!!!


    e dessa vez é de verdade!


    Tum,
    se o pato perder a pata, ele fica viúvo ou aleijado??

    reflita.

    ResponderExcluir
  2. hahaha! muito justo! tão cuidando mesmo da família toda!

    di, ficou tudo muito bom mesmo! que legal!

    e lia, andei pensando... acho que o pato fica aleijado de qualquer modo, seja no corpo ou na alma (curtiu?)

    ResponderExcluir
  3. hahaha
    profundo, pi!
    gostei, gostei

    ResponderExcluir
  4. Essas minhas primas me comovem..... Melhor me concentrar no Tomás mesmo...

    ResponderExcluir
  5. Que bom escutar que ele já está andando. Sempre leio, e me emociono com a beleza dessa familia.
    As bicizinhas pintadas na ponte cid. universitária foram apagadas pela eficiente CET, mas em breve resurgirão de forma oficial com a ligação da usp às ciclofaixas de lazer. A guinada para cidades mais humanas está acontecendo em todo canto, São Paulo vai guinar também.
    um abraço a familia Reinach.

    ResponderExcluir