domingo, 16 de janeiro de 2011

UM MÊS SEM NOTICAS….”NO NEWS, GOOD NEWS”

Já faz mais de um mês que não escrevo sobre o Tomás, não que neste mês não tenha acontecido nada, ou que o que aconteceu não tem importância, acredito que o verdadeiro motivo é que a vida dele já está incorporada ao nosso dia-a-dia.

Neste mês ele foi a Poli, reencontrou amigos, resolveu problema complexos (pelo menos para mim) de álgebra/engenharia, participou de um ensaio da Rateria...como em um momento como este que o Tomás está vivendo é fundamental os amigos, os amigos de verdade.

Neste mês ele começou a andar de bicicleta (parada) todos os dias, está fazendo regime (por conta própria), está voltando a ficar musculoso...enfim, continua evoluindo e melhorando, obviamente, sempre mais devagar do que nós gostaríamos...mas neste momento lembramos que o importante é evoluir....e isto é uma constante na vida do Tomás. Temos que levar em consideração que o pai do Tomás é o Henrique Reinach, com seu carinho, perseverança e disciplina perfeita. Tão perfeita que o Tomás faz fisioterapia TODOS os dias, sim são 7 dias por semana de fisioterapia....de 2ª a 6ª de manhã em casa e a tarde no Einstein e aos sábados e domingos somente em casa... não achem que a de casa é moleza....a de casa também é com o fisioterapeuta.... o corredor da casa parece uma pista de treinamento de tanto que o Tomás vai e volta, marchando, andando, empurrando. Menciono aqui uma brincadeira que tenho feito...."se Deus tinha que escolher um pai dedicado para dar um problema destes....escolheu o pai perfeito"...obviamente sem o mínimo merecimento.

Terça feira, dia 11, o Tomás estava passando pelo cruzamento do acidente com o Henrique e lembraram do local, onde uma bicicleta bateu em um táxi...sendo que um dos dois passou no sinal fechado....e o Tomás comentou...."deve ter sido o ciclista, pois para ciclistas não
tem semáfaro"... dá para imaginar o quanto o Henrique ficou louco da vida....mas é isso ai, uma das características que noto no Tomás que mais me deixa animado com sua recuperação é a manutenção do seu jeito sarcástico de ser e de fazer comentários, é uma característica mais
"fina" que exige mais ajustes finos.

Hoje em dia o Tomás já está, andando sozinho (quando está de ortese), comendo sozinho, bebendo sozinho...enfim, sempre conquistando independências que fazem muito bem a ele e trazem tranqüilidade para quem está ao seu lado.

Constantemente fico imaginando metáforas para explicar o que aconteceu com o Tomás...e hoje tive um pensamento que me parece bem claro. A cabeça dele se transformou em um emaranhado de fios e cordas totalmente embaralhados....aos poucos vamos desatando os enroscos, livrando os fios, tirando os supostos nós....algo que com muita paciência e dedicação conseguimos acertar....é só uma questão de tempo e paciência, não pode desistir e quanto mais nos dedicamos mais rápido resolvemos. Com a dedicação e empenho do Tomás e do Henrique, com certeza em breve teremos o desenrolar deste emaranhado.

Quero continuar registrando aqui o desenrolar deste episódio que abalou a todos nós no ano de 2010. O Tomás, por palavras próprias, não se lembra de nenhum sofrimento, de nenhuma época ou passagem ruim....que sabedoria do corpo humano. Por este motivo é importante
registrar aqui as passagens importantes, seja por mim seja pelos comentários dos leitores.

Em 2011 o Tomás terá seu primeiro ano sabático, será um ano de recuperação, de estudo de trompete, prática de exercicios, musculação, fono...uma vida que ele não está gostando nada, mas é fundamental para o futuro. A Poli terá que aguardar....

Um feliz 2011 para todos !!